segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Vivo

Vivo um presente com cheiro de passado, onde me cai melhor o funeral dos grandes mortos, do que a festa dos pequenos vivos.

Um comentário: