domingo, 23 de outubro de 2011

Vinagre ou Vinho?

Cavalheiros, Damas, Senhoras, Senhores,

Acheguem-se, a casa é de vocês,

Limpem os pés, deixem a poeira para trás.

Pendurem as idéias no cabideiro junto com as casacas.

Sentem-se no chão, sem pudor.

Bebam, deleitem-se, derrubem o absinto no tapete.

Prestem atenção.

Agora o poeta escreve.

O músico toca.

E o artista lamenta.

São nessas linhas, nessas notas, nessa arte,

Que o vinagre desse parvo mundo,

 Vira vinho

Da mais alta qualidade.

Um comentário: