terça-feira, 14 de junho de 2011

Frio

Um floco de neve todo frio,

Feito ao molde das nevascas,

Todo cheio de si,

Frio, de tão frio,

Navegava por entre os montes,

Na sua diária friolência,

Quando avistou ao longe uma pequenina idéia,

 Rubra,

Frágil, pequena,

Quente,

Chegou-se com sua prepotência,

Tocou na pequena

E

Derreteu-se todo.

2 comentários: