quinta-feira, 23 de junho de 2011

É

É ser lua ao meio dia,

É ser sol à meia-noite,

Velar, observar, sem nada apresentar,

Imagem, tantas quantas se pode imaginar,

É

Ter tanto à dizer, que mais me vale o

Silêncio.

2 comentários:

  1. "Ter tanto à dizer, que mais me vale o

    Silêncio."
    Faço de tuas palavras as minhas, tanto que fiquei sem saber como me expressar com tão belo texto. Profundo.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Caio... Faço minhas as palavras da J. Sampaio...
    Às vezes não se é preciso dizer nada mesmo... Só agir! ;)
    Olha eu me metendo no seu poema... xD

    ResponderExcluir