terça-feira, 7 de junho de 2011

Dois

Mais dois dedos d’água e eu transbordo pra nunca mais voltar.

Um comentário: