quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Escrever.

Posso escrever simples linhas

E

Com essas linhas, amargurar sentimentos alheios,

Brotar sorrisos em rostos desconhecidos,

Florescer vontade latente,

Aceitar verdades nem sempre verossímeis,

Posso

Tornar-me personagens váriados,

De diversas nações, linguas, culturas.

Fazer o que desejo, na hora que bem entendo,

Tudo posso,

Tudo faço,

Tudo sou,

Nas linhas dos meus poemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário