sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Não Poderia.


Nada pode nos separar daquilo que se tornou inesquecível , nem mesmo o tempo.

Não podemos ser amados, se não olhamos ao redor nem mesmo por um instante.

Com o passar dos anos percebemos por onde nossos passos nos levaram, nem mesmo que seja no fim,

Andamos por estradas que julgamos serem infinitas, nem mesmo que não tenham mais que poucos quilômetros.

Fugimos de nós mesmos e nos escondemos de tudo, nem mesmo que o mais lindo sentimento brote em nossos corações.

Quando tudo está longe de acabar não encaramos os problemas, nem mesmo que isso possa nos arruinar.

Flutuamos por ondas impensáveis, viajando por mares calmos, nem mesmo que isso custe nossos sonhos.

Terminamos com tudo o que temos medo, fechamos a mente para o novo, nem mesmo que isso custe a nossa liberdade.

Julgamos irrefreavelmente, sentimos por todos, nem mesmo que todas as palavras terminem.

Que o vento do leste nos leve para longe, nos tire do sofrimento vivido, nem mesmo que isso custe o sabor agradável da vida.

Todos os desejos devem ser conquistados sem medição de esforços, nem mesmo que isso seja impossível.

Posso ver o futuro dentro de seus olhos, eles me dizem o que devo fazer, nem mesmo que isso me custe o impensável.

Ouço o som de sua voz em minha alma, todas as palavras não faladas estão ali, ouvirei, nem mesmo que me custe o interminável.

Sinto o contato com sua pele, o sabor único do seu ser me eleva, farei de tudo para o tudo ser eterno, nem mesmo que me custe o infinito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário